Saude

Ministério da Saúde entrega mil veículos para combate à dengue em todo o País

Secretarias de Saúde das 27 unidades da Federação receberam, ao todo, mil veículos do Ministério da Saúde para serem usados no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus.

A entrega ocorreu no Palácio do Planalto na tarde desta quarta-feira (12), com a presença do presidente da República, Michel Temer.

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, destacou a criação de empregos para os fornecedores dessa compra e para os responsáveis pelo processo de adesivagem das caminhonetes para identificá-las.

Do total distribuído em todo o País, foram destinadas 60 para o Distrito Federal. “Serão novos veículos que reforçarão a Secretaria de Saúde. Já diminuímos números de óbitos de 2017, quando tivemos 12 mortes, para um neste ano”, disse o governador Rodrigo Rollemberg, presente na cerimônia.

Segundo a Saúde do DF, os automóveis auxiliarão equipes de vigilância em visitas domiciliares e em aplicação de fumacê em locais infestados pelo mosquito. A organização ficará a cargo da Subsecretaria de Vigilância à Saúde.

De acordo com o ministério, foram investidos R$ 109,4 milhões nessa aquisição para fortalecer o enfrentamento ao Aedes aegypti —  há uma avaliação de riscos em 5.358 municípios do País (96,2% do total).

O levantamento feito pela pasta serviu para selecionar as cidades que receberam os veículos. Os dados mostram, por exemplo, 12 capitais em estado de alerta — Brasília é uma delas.

Na capital federal, a pesquisa apontou como as mais críticas as regiões administrativas do Lago Norte (com 8,73% de imóveis infestados pelo inseto), da Fercal (5,41%), do Lago Sul (4,78%) e de Sobradinho II (4,54%).

No último boletim epidemiológico, a Secretaria de Saúde registrou 2.019 casos prováveis de dengue em moradores do DF. Além deles, houve três casos graves da doença e uma morte.

Fonte: Agência Brasília