Saude

Carnaval também é tempo de doar sangue no Hemocentro

Carnaval é tempo de festa e alegria, mas também um período de baixa nos estoques da Fundação Hemocentro de Brasília. Por isso, o reforço na doação de sangue, nesta época do ano, é fundamental para manter as unidades de saúde abastecidas.

Diariamente, até 220 pessoas realizam doações no local. Durante o Carnaval, no entanto, o número cai para aproximadamente 190. O fator que preocupa, neste período, é o aumento no número de acidentes de trânsito e, por consequência, o crescimento do uso do sangue estocado.

A Fundação Hemocentro de Brasília abrirá no sábado (2/3), das 7h às 18h. A entidade não atende aos domingos. Já na segunda-feira (4/3), funcionará das 7h às 13h. Na quarta-feira de cinzas (6/3), estará aberta das 14h às 18h. O atendimento voltará ao horário normal no dia seguinte, quinta-feira (7/3), das 7h às 18h. A instituição fica no Setor Médico-Hospitalar Norte, Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3 (Asa Norte).

Em 2018, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 249 acidentes graves e 87 óbitos nas rodovias federais de todo o país. No Distrito Federal, nenhum acidente grave ou morte no trânsito foi registrado – mas é necessário que a pasta esteja preparada para atender a uma eventual demanda.

Estoque

Mensalmente, são coletadas cerca de 5 mil bolsas de sangue. Além disso, o Hemocentro de Brasília opera com um estoque estratégico, que pode abastecer toda a rede pública de saúde do DF e hospitais conveniados pelo período de dois a sete dias, dependendo do hemocomponente (hemácias, plasma ou plaquetas).

A principal recomendação aos voluntários que pretendem doar sangue antes do Carnaval é marcar pela central telefônica 160, opção 2. O agendamento da doação dá direito a uma senha preferencial. A unidade funciona de segunda a sábado, das 7h às 18h.

Fonte: Agência Brasília