Justiça

Contrato entre Santos e Robinho é suspenso após revelações de abuso sexual

Foto: Reprodução / TV Santos

Suspensão ocorre em meio às revelações e pressões de patrocinadores do clube

Após divulgações de trechos referentes à condenação pela justiça italiana serem divulgadas, o atacante e o clube paulista resolveram suspender o contrato nesta sexta.

Robinho assinou contrato e foi anunciado no sábado passado, com salário de R$ 1.500,00 mais bonificações, caso atinja a meta de jogos, podendo ser paga até o fim do vínculo com o clube.

A suspensão do contrato veio após a divulgação de interceptações telefônicas da polícia italiana, divulgadas pelo GE, onde envolve o jogador no caso de estupro de uma mulher na Itália. O jogador foi condenado em primeira instância a 9 anos de prisão. O caso ocorreu em 2013, porém o julgamento ocorreu em 2017

Em nota, o Santos Futebol Clube alega ter suspendido o contrato para Robinho dedicar-se exclusivamente a sua defesa:

“O Santos Futebol Clube e o atleta Robinho informam que, em comum acordo, resolveram suspender a validade do contrato firmado no último dia 10 de outubro para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália.”

A Orthopride, patrocinadora do clube anunciou sua retirada “em respeito às mulheres que consomem o produto” e outras empresas, como a Kicaldo, Philco e Casa de Apostas ameaçaram o clube a retirar seu patrocínio caso não fosse rescindido o contrato.

As gravações

A conversa ocorreu no carro do atacante entre os acusados. O jogador aponta preocupação com a possibilidade da vítima prestar queixa na polícia. Acompanhe o dialogo:

Falco: –Ela se lembra da situação. Ela sabe que todos transaram com ela.

Robinho: – O (NOME DE AMIGO 1) tenho certeza que gozou dentro dela.

Falco: – Não acredito. Naquele dia ela não conseguia fazer nada, nem mesmo ficar em pé, ela estava realmente fora de si.

Robinho: – Sim.

Robinho então respondeu:

– Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu.

– Olha, os caras estão na merda… Ainda bem que existe Deus, porque eu nem toquei aquela garota. Vi (NOME DE AMIGO 2), e os outros foderam ela, eles vão ter problemas, não eu… Lembro que os caras que pegaram ela foram (NOME DE AMIGO 1) e (NOME DE AMIGO 2)…. Eram cinco em cima dela.

Ainda em janeiro de 2014, os amigos voltaram a falar sobre o caso:

Robinho: –A polícia não pode dizer nada, eu direi que estava com você e depois fui para casa.

Jairo: – Mas você também transou com a mulher?

Robinho: – Não, eu tentei. (NOME DE AMIGO 1), (NOME DE AMIGO 2), (NOME DE AMIGO 3)…

Jairo: – Eu te vi quando colocava o pênis dentro da boca dela.

Robinho: – Isso não significa transar.

Sobre a defesa

Em nota em resposta à reportagem, a advogada Marisa Ajila e Luciano Santoro, alega que o jogador não cometeu nenhum crime e sempre se relacionou de maneira consentida.

Com relação à reportagem “As gravações do caso Robinho na Justiça Italiana”, publicada hoje pelo GE, os advogados do jogador Robson de Souza esclarecem:

  • 1.O Jogador reitera que não cometeu o crime do qual é acusado e que sempre que se relacionou sexualmente foi de maneira consentida;
  • 2.Taxativamente não houve violência sexual tampouco admissão de culpa nas interceptações telefônicas, o que fica claro quando analisadas na integralidade e no contexto correto;
  • 3.Por se tratar de processo sigiloso e ainda em curso, estamos impedidos de falar sobre o mérito das acusações. Entretanto, sobre a divulgação em si, deve ser esclarecido que há nos autos provas suficientes da inocência de Robinho – as quais infelizmente não foram divulgadas na matéria – e outras que ainda serão apresentadas à Justiça italiana, que certamente levarão à sua absolvição. Há diversas conversas interceptadas que não foram corretamente traduzidas para o idioma italiano, o que levou ao equívoco de interpretação;
  • 4.Confiamos plenamente na Justiça italiana, no sucesso do recurso defensivo e na reforma da decisão, conscientes de que a submissão do feito às instâncias superiores permite justamente evitar erros judiciários e condenações injustas;
  • 5.Por fim, Robinho agradece o apoio da torcida do Santos Futebol Clube e, como pai de família e atleta, faz questão de ressaltar que repudia todas as formas de violência.