Educação GDF saúde

A Secretaria de Educação do Distrito Federal começou a desinfectar escolas públicas nesta segunda-feira (27/7) para prevenção contra o novo coronavírus.

A ação teve início no Centro de Ensino Médio Urso Branco, no Núcleo Bandeirante (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

A ação teve início no Centro de Ensino Médio Urso Branco, no Núcleo Bandeirante, às 7h.

O Secretário e Educação, Leandro Cruz, e o Secretário Executivo das Cidades, Valmir Lemos de Oliveira, foram até a instituição para acompanhar o procedimento, que será realizado em 686 escolas da rede pública no DF. A desinfecção é o primeiro passo para o retorno às atividades presenciais na capital.

 

“Tudo que está sendo pensado para o retorno é baseado na segurança, na rigidez de protocolos, observando a curva epidêmica. Teremos essa desinfecção a cada 15 dias, com uma limpeza manual diária na volta dos estudantes, contando ainda com tapetes sanitizantes nas entradas, medição de temperatura e testagem de professores”, detalhou o secretário de educação, Leandro Cruz.

 

Outro passo para a retomada é a testagem de profissionais da educação, entre 3 a 14 de agosto. A ação é uma parceria com a Secretaria de Saúde e busca garantir que apenas professores sem infecção pela covid-19 participem da volta. O retorno das atividades presenciais está marcado para 3 de agosto.

 

Os estudantes, porém, vão começar a volta escalonada no fim do mês, com a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e a Educação Profissional em 31 de agosto, ensino médio em 8 de setembro, anos finais do ensino fundamental em 14 de setembro, anos iniciais do ensino fundamental em 21 de setembro, educação infantil em 28 de setembro e educação precoce e classes especiais em 5 de outubro.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário