Economia Politica

Bolsonaro oficializa inclusão de EBC e Eletrobras em programa de desestatização

Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: Agência Brasil)

Medida é um passo para a privatização das duas estatais. Decisão foi publicada no Diário Oficial

Por Luisa Fragão

O presidente Jair Bolsonaro incluiu oficialmente a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pela TV Brasil, e a Eletrobras no Programa Nacional de Desestatização. A medida, que ocorre no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), foi publicada nesta sexta-feira (9) no Diário Oficial da União.

A inclusão das duas estatais no programa era ameaçada pelo governo. As empresas antes estavam em fase de estudos e, agora incluídas no PND, há a possibilidade de ambas serem privatizadas.

Em relação à EBC, a inclusão no programa foi confirmada em março, após reunião do Conselho de Parcerias de Investimentos. Na ocasião, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, defendeu a medida com o argumento de que a medida “otimizaria serviços”.

“Temos um compromisso com o Governo e, junto com o @mincomunicacoes, vamos trabalhar para otimizar os serviços, reduzindo custos e aumentando receitas, com uma gestão mais dinâmica e alinhada às mudanças do mercado”, comentou Faria, em sua conta no Twitter.

Sobre a inclusão de mais empresas no programa, o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, afirmou que isso depende de uma avaliação que está sendo feita pelo governo. No fim do primeiro semestre, a equipe espera concluir “uma bateria de avaliações de estatais”, disse. A informação é do Valor Econômico.