Transportes públicos realizam um esquema especial para atender todos os candidatos do ENEM

Em dia de Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), um esquema especial de transporte deve garantir acesso de candidatos aos locais de prova. Apesar da greve dos metroviários que completa quatro dias neste domingo (12), as 24 estações da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal estão abertas. Os trens circularão até 19h e as linhas de ônibus terão reforço. Tudo para que os 125 mil estudantes cheguem com tranquilidade às salas de aula para a prova de exatas e ciências da natureza.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aconselha aos candidatos que cheguem cedo. Os portões fecham às 13h e quem não consegue entrar perde a chance de conquistar uma vaga em uma instituição de Ensino Superior e ainda corre o risco de viralizar nas redes sociais em forma de meme. Hoje, os candidatos terão de responder 45 questões de química, física e biologia, e outras 45 de matemática.

Oito trens circulam durante a manhã, mas o número pode ser reforçado dependendo da necessidade. A Justiça ordenou que o serviço fosse mantido em sua normalidade para que os candidatos ao Enem não fossem prejudicados.

Mais ônibus
O Governo de Brasília colocou 67 ônibus a mais nas ruas. O plano emergencial aplicado a partir da greve dos metroviários contribui para o transporte dos candidatos de regiões atendidas pela companhia. São 29 carros extras em Ceilândia, 23 em Samambaia, 9 em Águas Claras, 4 em Taguatinga e 2 no Guará.

Estudantes poderão utilizar o Bilhete Único estudantil para o trajeto até um dos 167 locais de prova. Normalmente, o acesso é bloqueado aos fins de semana e feriados. Os ônibus devem circular em maior número das 9h às 18h.

Fonte: JB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *