Ciência saúde Sociedade

Estudo da USP alerta: mortes por coronavírus podem dobrar em 20 dias

Foto: Reprodução

Caso não sejam adotadas medidas contra transmissão do vírus, total de infectados pode se aproximar das 400 mil pessoas até 05 de junho

Jornal GGN – O Brasil atingiu a marca de 10 mil mortos pelo coronavírus em um período de 74 dias desde a confirmação do primeiro caso, o que indica uma média de 185 mortes por dia. E cálculos elaborados por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) indicam que os números podem ser ainda piores caso a transmissão do vírus não seja contida.

Prognóstico calculado pelo estatístico Carlos Alberto Bragança Pereira, especialista na área de aplicações médicas e biológicas, do grupo da USP, que também inclui professores da Faculdade de Economia e Administração (FEA) e da Faculdade de Saúde Pública, indica que o número de mortes poderá dobrar nos próximos 20 dias e o total de infectados se aproximar dos 400 mil até 05 de junho, caso não sejam adotadas medidas para contenção da transmissão.

O comportamento da Covid-19 varia em cada estado. Os prognósticos de Pereira mostram que, no Rio de Janeiro, o pico da doença pode acontecer em meados de agosto, com cerca de 100 mil contaminações. O cálculo mostra que, até o início de junho, as mortes na cidade podem somar entre 3 mil e 5 mil.

Em São Paulo, epicentro da Covid-19 no país, o pico deve ocorrer no fim deste mês, com o número de casos variando entre 135 mil e 160 mil. As mortes podem chegar a cerca de 6 mil em vinte dias. Até esta sexta, o Estado registrava 3.416 mortes. As informações são do jornal O Globo.

About the author

Ataide Santos

Add Comment

Click here to post a comment