Cruzamento de dados evita irregularidades no bolsa Família

Com um cruzamento entre dados de governo e dados do Bolsa Família, revelou ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário  (MDSA) que 7.961 servidores federais recebem os benefícios do programa, desses mais de 52% já tiveram o cancelamento ou foram bloqueados, suspeitos de subdeclaração de renda.

 

Com base em seis bancos de dados do governo federal tornou-se visível cerca de 1,1 milhão de irregularidades no programa Bolsa Família, tendo como dados registros de funcionários, estagiários, servidores, aposentados e pensionistas.

 

Assim que reconhecidos 759 beneficiados foram bloqueados (não podendo sacar o benefício) e 3.394 foram cancelados por apresentarem renda acima do teto exigido pelo programa. Os servidores terão três meses para comprovar renda e em caso de equívoco voltarão a receber o benefício.

 

Segundo o ministro Osmar Terra esse cruzamento de dados será realizado mensalmente para separar quem realmente precisa receber o benefício do programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *