Cidade GDF saúde Sociedade

Além de secretário de Saúde, diretora do Hran é exonerada no DF

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

Menos de uma semana depois de assumir o cargo, a médica Fabiana Loureiro Binda do Vale deixou o cargo

A edição do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) extra de segunda-feira (16/03) trouxe a exoneração da médica Fabiana Loureiro Binda do Vale como diretora do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Ela havia assumido o cargo na última quinta-feira (17/03), no lugar de Leonardo Sousa Ramos. O Hran é a unidade de referência para o tratamento dos casos graves do novo coronavírus na capital do país.

A saída de Fabiana ocorreu em meio à pandemia da Covid-19 no mundo e quando a doença faz mais vítimas que os 19 casos confirmados no Distrito Federal. Na noite de segunda-feira (16/03), Osnei Okumoto também foi exonerado do cargo de secretário de Saúde da cidade.

Na mesma edição do DODF, o governo local transferiu, de forma temporária, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em saúde (Cievs) par ao Centro Integrado de Operação de Brasília (Ciob). O prazo é de 30 dias e a coordenação ficará a cargo da Subsecretaria de Operações Integradas da Secretaria de Segurança.

Um dos objetivos é dar mais unidade às informações da Secretaria de Saúde nos casos de coronavírus no DF. Na quinta-feira, um desencontro de informações fez com que o Ministério da Saúde informasse que houve casos de transmissão comunitária no DF. Okumoto teve que ir até a pasta para corrigir a informação.

Outra informação publicada no DODF desta terça é a exoneração de Leonardo Amorim de Araújo como coordenador especial de Tecnologia de Informação de Saúde. Em seu lugar foi nomeado Luiz Carlos da Silva Ramos.