Sem categoria

Vacina russa na Bahia: Rui Costa fecha acordo para estado participar dos testes

Previsão é que doses do imunizante contra Covid-19 comecem a ser entregues em novembro

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta sexta-feira 11 que a parceria para testar vacinas da Rússia contra a Covid-19 prevê a produção de 50 milhões de doses.

“Vamos poder fornecer a vacina para todo Brasil quando ela for aprovada pelos órgãos responsáveis”, disse Costa.

 

A previsão é de que as doses da Sputnik V comecem a ser entregues em novembro. A Bahia é o segundo estado brasileiro a firmar um acordo com a Rússia para a produção da vacina. O primeiro foi o Paraná.

Os testes da parceria devem começar em outubro, mas ainda dependem da liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A Rússia promove a Sputnik como a primeira vacina contra o coronavírus a ser registrada no mundo, embora a Fase 3 de testes ainda não tenha sido concluída.

Costa afirma que os testes serão realizados em 500 voluntários. “Acredito na ciência e estou confiante nos resultados. É mais um importante passo dado para salvar vidas humanas, mas ainda precisamos contar com o seu apoio”, afirmou o governador.

Se os experimentos forem bem-sucedidos, a Bahia irá buscar comercializar a vacina russa no Brasil por meio de seu centro de pesquisa farmacêutica Bahiafarma, segundo o secretário de Saúde do estado, Fábio Villas-Boas.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário