Segurança na volta às aulas da rede pública tem apoio da PMDF

A movimentação típica no trânsito de veículos e pedestres em frente ao Centro de Ensino Fundamental Polivalente, na 913 Sul, ganhou novos personagens na manhã desta segunda-feira (19).

De forma lúdica, o palhaço Seriguela e a Faixa orientaram a travessia dos que passavam logo cedo por ali — a maioria, estudantes.

Os atores fazem parte do Teatro Rodovia, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), e integraram a segunda fase da operação Volta às Aulas, direcionada à rede pública de ensino — a primeira teve como foco o retorno às aulas em escolas particulares.

“Por meio da brincadeira, a gente traz o cidadão para a faixa e mostra como tem que ser feito: olhar para um lado, para o outro, fazer o sinal de vida e atravessar andando”, pontuou o segundo-sargento Márcio Brito, intérprete de Seriguela e um dos criadores do teatro.

Com a autônoma Viviane de Araújo, de 32 anos, não foi diferente. Ela levou os filhos Ana Franciele, de 6 anos, e Lucas de Araújo, de 5 anos, para o primeiro dia de aula e contou com a ajuda do palhaço para fazer a travessia. “Achei legal, fica mais fácil [aprender]”.

O secretário de Educação, Júlio Gregório Filho, acredita que abrir o ano letivo dessa forma é importante para romper preconceitos em relação ao trabalho policial. “É um trabalho sério, cooperativo, não só repressivo. Muito pelo contrário, é preventivo, sobretudo de orientação, para que eles [os alunos] não se envolvam com questões que os colocarão em risco.”

Além das atividades teatrais, policiais militares entregaram fôlderes com dicas de segurança. No ar, o Batalhão de Aviação Operacional fez o patrulhamento aéreo.

“Temos de reforçar sempre isso na criança para que ela não se acidente, porque infelizmente ainda vemos vários casos de atropelamentos em faixas de pedestre”, destacou o subcomandante do 1º Batalhão Escolar, capitão Ramon Carvalho.

No pátio do Polivalente, a Banda de Música da PMDF recepcionou alunos e professores, e executou o Hino Nacional no momento cívico.

Logo em seguida, foi a vez de os militares do Batalhão de Policiamento com Cães mostrarem como os animais ajudam nos trabalhos da corporação. Os cachorros farejaram e encontraram objetos escondidos pelos policiais entre mochilas e armários.

Palestras educacionais da PMDF podem ser agendadas

No escopo da operação, a Polícia Militar também ministra palestras. Entre os temas abordados estão bullying (agressão intencional e repetitiva, verbal, física ou psicológica) e cyberbullying, mediação de conflitos, procedimentos de segurança escolar, ética e cidadania e prevenção ao uso de drogas e ao abuso sexual infantil.

Para agendá-las é preciso entrar em contato pelos telefones (61) 3190-3761, 3190-3765, 3190-3766 ou 3910-1669, de segunda a sexta-feira, das 13 às 19 horas.

Segundo o capitão Ramon Carvalho, depois do pedido, a PMDF faz uma visita prévia à unidade de ensino (que pode ser pública ou particular) para verificar a faixa etária do público.

Fonte: Agência Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *