Cidadania Saude

Brasília ganha agência do Na Hora só para perícias

O Governo do Distrito Federal (GDF), em parceria com o governo federal, estuda a instalação de um posto do Na Hora voltado exclusivamente para a realização de perícias médicas em Brasília. A ideia do Executivo é reunir, em um espaço único, os 65 peritos responsáveis por esse tipo de atendimento no DF – uma ação inédita no país. Se a parceria for firmada, levará cerca de 20 dias para ser implementada.

Nesta segunda-feira (18), o governador Ibaneis Rocha visitou a uma área de mais de 350 metros quadrados na galeria da estação da 108 Sul, no Plano Piloto – um dos pontos analisados para a instalação do posto. O outro é um espaço dentro da Administração de Brasília. “Acredito que num prazo muito curto a gente tenha a maior central de perícias do Brasil funcionando. Isso irá facilitar muito a vida da população que hoje depende do pagamento de seguros e da revalidação de atendimentos, por exemplo”, afirmou o governador.

A iniciativa faz parte de um projeto da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania e do Metrô-DF. Segundo o secretário Gustavo Rocha, os ganhos com a criação de um Na Hora de perícias para a população serão grandes. “Primeiro que o acesso será muito mais fácil, por se tratar de uma estação do metrô. E segundo porque será tudo feito em um só local.” Atualmente, o GDF conta com seis peritos atendendo no posto do Na Hora de Ceilândia.

Aproveitamento
A intenção do GDF é utilizar as áreas públicas e ainda inoperantes das galerias de estações do metrô para atender o cidadão. Até o final do mês será reinaugurado o Centro de Atendimento à Mulher (CAE) da 102 Sul, com suporte psicológico, médico e judicial a vítimas de violência doméstica no Distrito Federal.

A abertura de registros de atendimento eletrônico do Na Hora, para que muitos serviços sejam prestados sem que o cidadão precise ir a um posto de atendimento, também está em fase de preparação para ser implementado.

Ao visitar a galeria da estação 108 Sul do metrô, o governador Ibaneis determinou a reabertura dos banheiros – inaugurados, mas que permanecem fechados desde a administração passada – e da permanência de duas pessoas responsáveis pela limpeza permanente do espaço.

Fonte: Agência Brasília

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário