Cidade saúde

Aos 328 mil mortos por Covid-19, balada de Florianópolis faz festa com aglomeração e sem uso de máscara

Reprodução/Twitter

Evento ocorreu no Café de la Musique, beach club de alto padrão de Jurerê Internacional. Estado tem 252 pacientes aguardando leitos de UTI; veja vídeo

Por Luisa Fragão

Em meio ao pior momento da pandemia no Brasil, com o país acumulando quase 330 mil mortos por Covid-19, o beach club Café de la Musique, de Florianópolis (SC), fez uma balada que contou aglomeração e pessoas sem máscara. O evento aconteceu na tarde de sexta-feira (2).

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver a casa lotada, com falta de distanciamento social e pessoas sem máscara, o que contraria o decreto em vigor.

Além disso, pela norma vigente no estado, está proibida a venda de bebida alcoólica depois das 18h. Contudo, não se pode afirmar se houve consumo de álcool após esse período. O local foi fechado por volta das 19h.

A assessoria de imprensa do Café de La Musique afirmou ao portal NSC que estabelecimento pode funcionar como restaurante durante a pandemia, desde que receba apenas 25% da capacidade. “Foi respeitado, com somente as mesas externas liberadas, às 18h parou a venda de bebida e às 19h já não havia ninguém”, informou.

Santa Catarina registrou cerca de 3,2 mil óbitos em março, o pior número da pandemia. No último boletim da Secretaria de Saúde, 252 pacientes aguardam leitos de UTI pelo SUS.

Mari Ferrer

O Café de la Musique é o local onde a influenciadora Mariana Ferrer foi estuprada, em dezembro de 2018, pelo empresário André de Camargo Aranha. O juiz Rudson Marcos, da 3ª Vara Criminal de Florianópolis, no entanto, decidiu absolver o réu. Segundo ele, as provas constantes do processo eram “frágeis” para sustentar a acusação.

About the author

Joao Victor Martins

Add Comment

Click here to post a comment