Politica

Universidade Estadual de Alagoas reage a cassação de título de honoris causa de Lula e vai recorrer

Lula recebe título de Doutor Honoris Causa da Uneal, em Arapiraca (AL) em 2017 (Foto: Ricardo Stuckert)

“A Uneal comunica que irá recorrer da decisão”, afirmou, em nota, a Universidade Estadual de Alagoas após um juiz do Estado anular o ato que outorgou o título de doutor honoris causa ao ex-presidente Lula, em 2017. De acordo com a instituição, a decisão do juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos “fere a Constituição Federal, que garante autonomia às universidades brasileiras”

A Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) informou, em nota na noite desta segunda (12) que recorrerá da decisão do juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos, da 4ª Vara Cível de Arapiraca (AL), após o magistrado anular o ato da instituição, que outorgou o título de doutor honoris causa ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2017. A determinação atendeu a um pedido da candidata do PSDB à Câmara Municipal de Maceió Maria Tavares Ferro.

“Diante da notícia da anulação, por decisão da 4ª Vara Cível de Arapiraca, do título de doutor honoris causa concedido pela Universidade Estadual de Alagoas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Uneal comunica que irá recorrer da decisão”, diz o texto da Uneal.

“A sentença da 4ª Vara Cível de Arapiraca não somente afronta o Conselho Superior da instituição, órgão máximo que aprovou o título honorífico, mas também fere a Constituição Federal, que garante autonomia às universidades brasileiras. Em resposta à decisão, o setor jurídico da Uneal já foi acionado e tomará as medidas judiciais cabíveis”, acrescentou.

De acordo com a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), o magistrado, “além de agredir a autonomia universitária”, tomou “partido político”.