Politica

Fernando Leite volta ao GDF como secretário executivo das Cidades

RENATO ALVES / GOVERNO DE TRANSIÇÃO

O ex-presidente da Caesb ficou fora da cúpula do Palácio do Buriti porque, segundo a Justiça, os direitos políticos dele estavam suspensos

Ex-presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), Fernando Leite é o novo secretário executivo das Cidades. A volta ao Palácio do Buriti foi formalizada em edição extra do Diário Oficial do DF desta quarta-feira (20/11/2019).

O cargo era ocupado por Marcelo da Cunha, o Marcelo Piauí. O advogado deixou a função para assumir a chefia da Administração Regional de Ceilândia.

A previsão é que, com Fernando Leite, a pasta tenha mais protagonismo. Ele atuará como executivo de programas de conservação e obras rápidas.

O ex-presidente da Caesb será braço direito do secretário de Governo, José Humberto Pires.

Fernando Leite saiu da Caesb em função de decisões judiciais as quais entendiam que ele não poderia exercer o cargo por estar com direitos políticos suspensos. O gestor foi condenado por improbidade administrativa.

Em outubro, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) negou mais um recurso dele. O órgão avaliou que o início da contagem do prazo da sanção é a data do trânsito em julgado da sentença condenatória: 22/09/2016.

Como Leite ocupou o cargo de presidente da Caesb no período de janeiro a abril de 2019, a dúvida é se esse tempo entra na contagem do prazo de suspensão dos direitos políticos. No entendimento de advogados, esse tempo não poderia contar como cumprimento da sentença e os direitos estariam suspensos até janeiro de 2020.

Fernando Leite defendeu que a suspensão acabou em setembro de 2019 , sem descontar o tempo que ele exerceu o cargo de presidente da Caesb, mesmo estando com os direitos políticos suspensos.