Em nota, PSD-DF defende diálogo, e ensaia aproximação a Rollemberg

A relação entre governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e o vice Renato Santana (PSD), que nunca foi das melhores, se deteriorou de vez em 2016. As desavenças pioraram no meio do ano passado, quando foram divulgados áudios em que o vice-governador dizia saber de um esquema de corrupção no GDF que afetava, especialmente, a Secretaria de Saúde. Aquela era a semente da Operação Drácon, que acabou abalando a Câmara Legislativa.

De lá para cá, os dois se afastaram de vez. Agora, o partido do vice-governador ensaia uma reaproximação, embora tímida. Nesta sexta-feira (17), o PSD, partido de Rodrigo Santana, divulgou uma nota oficial defendendo o diálogo com o governo.

“A despeito de uma série de especulações sobre seu posicionamento político em relação ao Governo de Brasília, o PSD reafirma junto à população, suas bandeiras e soluções para o reequilíbrio da economia”, começa a nota.

Acreditamos que o momento exige desprendimento, superação e, acima de tudo, união em prol da população do DF e de toda a Região Metropolitana (Entorno)”

Nota oficial do PSD

Por fim, após enumerar 12 bandeiras e prioridades — entre elas a independência entre os Poderes, a valorização do funcionalismo público e parcerias com a iniciativa privada — confirma o compromisso com o atual governo. “Em quaisquer assuntos que possam impactar, atingir, ou onerar a vida daqueles que mais precisam, o PSD-DF será sempre a favor da população, mantendo-se dentro da ética, lealdade e do compromisso de seus filiados e parlamentares firmado pela governabilidade na gestão de Rodrigo Rollemberg/Renato Santana”.

Publicado originalmente por: Metrópoles

Foto: Michael Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *