Politica

DEM vê golpe duro e desleal de Bolsonaro em Onyx Lorenzoni

Onyx Lorenzoni

Integrantes da cúpula do DEM consideram que o ministro-chefe da Casa Civil sofreu um golpe duro e desleal e defendem que o correligionário peça demissão do governo. Com poderes esvaziados, Lorenzoni discute nesta sexta-feira com Jair Bolsonaro as condições da sua permanência no cargo. É mais uma crise política e de governo

O ministro-chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni disse a aliados nesta quinta (30) ter ficado surpreso com a decisão de Jair Bolsonaro de retirar a gestão do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) da alçada de sua pasta e esvaziar ainda mais seus poderes.

Segundo a coluna Painel da Folha de S.Paulo, Lorenzoni afirmou que precisava conversar com o chefe para compreender o objetivo dele ao enfraquecê-lo.

Integrantes da cúpula do DEM, partido do ministro, viram no gesto um golpe duro e desleal e defendem que o correligionário peça para sair.