Politica

Candidato de Alcolumbre, Rodrigo Pacheco busca apoio de PT para presidência do Senado

Foto: divulgação

Pacheco, assim como Alcolumbre, tem boas relações com Bolsonaro, mas é bem visto pela oposição

247 – Seis dias após almoçar e buscar apoio de Jair Bolsonaro, o senador Rodrigo Pacheco (DEM), candidato do atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), para assumir a chefia da Casa, buscou apoio da bancada do PT na quarta-feira, 31.

Segundo o jornal O Globo, Pacheco, assim como Alcolumbre, tem boas relações com Bolsonaro, mas é bem visto pela oposição. Ele é tido como um candidato “independente”, ao contrário de Arthur Lira (PP), candidato do governo para presidência da Câmara dos Deputados.

De acordo com o senador Paulo Paim (PT), na reunião, em nenhum momento, Pacheco “falou sobre Bolsonaro. Falou na importância de defender as liberdades, a democracia e a Constituição”.

“Quando o indagamos, ele disse ter compromisso com a pauta racial e os direitos humanos. Colocou-se como candidato independente que tem o apoio do Davi. Pelo (prestígio) que o Davi conquistou no Senado, Pacheco é muito favorito no pleito”, disse.

“O PT se reunirá novamente na segunda-feira. A decisão poderá sair já na segunda, terça-feira. Caso outros candidatos peçam reunião, podemos fazer o anúncio mais para frente”, continuou.

Pacheco pode não ser o candidato de Bolsonaro, uma vez que o MDB está buscando lançar candidato nomes próximos ao governo, como Eduardo Braga,  Eduardo Gomes e Fernando Bezerra. Apenas a pré-candidata Simone Tebet tem um posicionamento mais crítico.

Todavia, Alcolumbre, segundo a reportagem, está se aproximando do governo federal em busca de um ministério.

Advertisement