Eleições 2020 Politica

Boulos cresce nove pontos e empata tecnicamente com Bruno Covas, diz XP/Ipespe

Bruno Covas e Guilherme Boulos (Montagem)

Guilherme Boulos foi de 32% para 41%, enquanto Covas manteve os 48% do levantamento anterior. Candidato do PSOL vira votos entre indecisos e eleitores que diziam que votariam em branco

Por Plinio Teodoro

Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta quinta-feira (26) pelo jornal Valor Econômico revela uma situação de empate técnico entre Guilherme Boulos (PSOL) e Bruno Covas (PSDB), no limite da margem de erro, na disputa à Prefeitura de São Paulo.

Boulos cresceu nove pontos desde o levantamento anterior, realizado nos dias 16 e 17 de novembro, e tem 41% das intenções de voto contra 48% de Bruno Covas, que manteve o mesmo índice do estudo anterior. A margem de erro é de 3,5 pontos para mais ou para menos.

O candidato do PSOL cresceu sobretudo entre os eleitores que na pesquisa anterior diziam estar indecisos e que votariam em branco ou anulariam o voto. O índice dos eleitores diziam que votariam em branco caiu de 15% na pesquisa anterior para 8%. Indecisos foram de 5% para 3%.

Em votos válidos, Covas lidera com 8 pontos de vantagem – 54% a 46%. A pesquisa ouviu 800 pessoas na terça e quarta-feira, dias 24 e 25.

Ibope
O segundo levantamento do Ibope sobre o segundo turno de São Paulo, divulgado nesta quarta-feira (25) pela TV Globo mostra uma ligeira diminuição da vantagem do tucano.

Nas intenções de voto, Covas foi de 47% da pesquisa anterior para 48%. Já Boulos ganhou 2 pontos: de 35% para 37%. A diferença caiu de 12 pontos para 11 pontos. Brancos e nulos são 12%; 4% não sabem.