Politica

Bolsonaro usou R$ 34,8 mil de verba pública para transmitir jogo em que atuou na Vila Belmiro

Bolsonaro desaba em jogo na Vila Belmiro em dezembro de 2020 (Reprodução)

Presidência mantém contrato com a TV Brasil para transmitir atos eleitoreiros com a presença de Bolsonaro. Evento com Michelle sobre exposição de trajes da posse durou nove minutos e custou R$ 25 mil

Por Revista Forum

Em plena pandemia, Jair Bolsonaro (Sem Partido) está usando recursos públicos para transmitir ao vivo pela TV Brasil atos eleitoreiros e sem interesse público, em que atua como protagonista.

Segundo reportagem de Rubens Valente, no portal Uol nesta segunda-feira (22), a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) mantém um contrato com Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que administra a TV Brasil, para pagar pela transmissão de eventos em que o presidente esteja presente.

Além de atos políticos em inaugurações de pequenas obras em todo o Brasil, o governo pagou por transmissões como o jogo de futebol durante as férias de Jair Bolsonaro na Baixada Santista e o evento que exibiu trajes usados pelo presidente e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, na posse.

A transmissão do jogo na Vila Belmiro, estádio do Santos Futebol Clube, em dezembro custou aos cofres públicos R$ 34,8 mil. Bolsonaro protagonizou um gol ensaiado e virou meme ao cair de cara no chão.

Já a transmissão do evento dos trajes com Michelle Bolsonaro, que durou pouco mais de 9 minutos, custou R$ 25 mil ao país.

Publicidade