Politica

Bolsonaro dobra gastos secretos com cartão corporativo da presidência

Jair Bolsonaro e General Augusto Heleno (Foto: Carolina Antunes/PR)

O total de gastos sigilosos vinculados a Bolsonaro e sua família foi de R$ 3,76 milhão neste ano, um salto em relação a períodos anteriores. Órgãos como GSI e Abin também tiveram alta

  Jair Bolsonaro e sua equipe gastam cada vez mais recursos públicos sem prestar contas à sociedade. “Os gastos com cartão corporativo da Presidência da República, usado para bancar despesas sigilosas do presidente Jair Bolsonaro, dobraram nos quatro primeiros meses de 2020, na comparação com a média dos últimos cinco anos. A fatura no período foi de R$ 3,76 milhões, valor que é lançado mensalmente no Portal da Transparência do governo, mas cujo detalhamento é trancado a sete chaves pelo Palácio do Planalto”, aponta reportagem de Patrick Camporez e Thiago Faria, publicada no jornal Estado de S, Paulo.