Cidade Mobilidade Sociedade

Metrô-DF opera com lentidão pelo terceiro dia consecutivo

Estação Central do Metrô-DF, na Rodoviária do Plano Piloto — Foto: TV Globo/ Reprodução

Passageiros do metrô do Distrito Federal enfrentam transtornos no sistema de transporte pelo terceiro dia consecutivo. A falha no sistema de sinalização – que causa lentidão dos trens – ocorre desde segunda-feira (16) e permanecia até a manhã desta quarta (18).

O problema, segundo a Companhia do Metropolitano (Metrô-DF), faz com que os vagões circulem com velocidade de 20 km/h. Em dias de funcionamento normal, os trens circulam a 80 km/h. O órgão não tinha previsão de normalização do serviço até a última atualização desta reportagem.

Desde as 6h desta segunda-feira (16) havia restrição de velocidade entre as estações Asa Sul e 108 Sul, nos dois sentidos. A reportagem apurou que uma viagem entre os terminais – que duraria cerca de 50 minutos – pode chegar a até 1 hora e 10 minutos.

 

O equipamento que apresentou falha é o que controla a velocidade dos trens. Segundo o Metrô, o aparelho fica instalado na estação 110 Sul, que ainda não foi inaugurada (veja a localização no gráfico). Ao apresentar defeito, ele foi levado para manutenção na estação de Águas Claras.

Mapa da linha do Metrô-DF mostra a localização de estações da Asa Sul — Foto: TV Globo/Reprodução Mapa da linha do Metrô-DF mostra a localização de estações da Asa Sul — Foto: TV Globo/Reprodução

Mapa da linha do Metrô-DF mostra a localização de estações da Asa Sul — Foto: TV Globo/Reprodução

Na terça (17), o Secretário de Transporte do DF, Valter Casimiro Silveira, afirmou em entrevista à TV Globo que o problema estaria resolvido na manhã desta quarta (18), o que não ocorreu. A companhia afirmou no início do dia que seguia sem previsão da conclusão do conserto.

Reforço dos ônibus

Ainda de acordo com o secretário, as empresas responsáveis pelos ônibus urbanos estão recomendadas a manter o reforço de coletivos em Ceilândia e Samambaia. O objetivo é atender o possível aumento da demanda, já que os trens transportam cerca de 170 mil pessoas por dia, segundo o Metrô.

A associação que representa as empresas responsáveis pelos coletivos afirmou ao G1 que foram colocados em circulação “ônibus articulados no lugar dos carros comuns” e que a frota foi reforçada “nos horários de pico”.

A reportagem questionou as empresas e a Secretaria de Transporte sobre o quantitativo de coletivos que estão sendo adicionados, mas não obteve resposta.

Aviso

Na manhã desta quarta (18), o aplicativo do Metrô informava que havia lentidão no percurso de todas as linhas, dos terminais de Samambaia e Ceilândia até a estação Central, nos dois sentidos (veja na imagem abaixo).

Aplicativo do Metrô informa sobre a lentidão nos trens, na quarta-feira, 18 de dezembro  — Foto: ReproduçãoAplicativo do Metrô informa sobre a lentidão nos trens, na quarta-feira, 18 de dezembro  — Foto: Reprodução

Aplicativo do Metrô informa sobre a lentidão nos trens, na quarta-feira, 18 de dezembro — Foto: Reprodução

Nas redes sociais, o Metrô-DF afirmou que “lamenta o transtorno” e que a medida de restrição de velocidade é também por “questão de segurança”.

Metrô-DF informa no Twitter sobre a falha de sinalização nos trens — Foto: Twitter/ReproduçãoMetrô-DF informa no Twitter sobre a falha de sinalização nos trens — Foto: Twitter/Reprodução

Metrô-DF informa no Twitter sobre a falha de sinalização nos trens — Foto: Twitter/Reprodução

About the author

Ataide Santos

Add Comment

Click here to post a comment