Meio Ambiente

Ilumina Mais Brasília somará mais de 14 mil lâmpadas trocadas em 2018

Até o fim de 2018, 14.214 luminárias de LED (diodo emissor de luz, em português) estarão instaladas em áreas públicas do Distrito Federal. A troca de lâmpadas convencionais pelo modelo mais econômico faz parte do programa Ilumina Mais Brasília, iniciado em março deste ano.

Com as substituições, há economia de até 60%, e a vida útil é ampliada para 60 mil horas (cerca de 12 anos), o dobro das lâmpadas antigas, que são do tipo vapor de sódio. Além disso, o LED acende instantaneamente, enquanto o modelo anterior leva até 15 minutos.

Na primeira etapa, o Ilumina Mais Brasília representou economia de 39,96% para o governo do DF. O consumo era de R$ 5.179.052,76 e diminuiu para R$ 3.109.488,81.

Executado pela Companhia Energética de Brasília (CEB), o programa é uma iniciativa da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos.

Mais de R$ 35 milhões investidos

Em 2018, o programa teve duas etapas. A primeira com investimento de R$ 29.309.313,17 e instalação de 8.342 luminárias. Nessa fase, 110 quilômetros de vias foram iluminadas e 11 regiões administrativas, contempladas.

R$ 35.056.458,66Valor investido no Ilumina Mais Brasília em 2018

Entre os locais que receberam a nova tecnologia estão os Eixos Rodoviários Norte e Sul, o Buraco do Tatu e os Pistões Norte e Sul de Taguatinga.

Na etapa atual, até novembro deste ano, 3.411 lâmpadas foram substituídas. A previsão é que outras 2.461 sejam trocadas ainda em dezembro. O investimento soma R$ 5.747.145,49.

Até o fim de 2018, os locais que receberão as lâmpadas de LED são:

  • Vila Planalto
  • Estação Arniqueiras, em Águas Claras
  • Vias principais da Candangolândia
  • Balão do Bombeiro até o viaduto da BR-060, em Samambaia
  • Via do hospital até a Companhia de Saneamento Básico do Distrito Federal (Caesb), em Ceilândia
  • Tesourinhas de acesso à Avenida Elmo Serejo pela Samdu, em Taguatinga

Ilumina Mais Brasília aumenta a segurança

A troca por iluminação de melhor qualidade contribui para a segurança pública e para a qualidade de vida da população.

A estimativa é que 2 milhões de pessoas sejam beneficiadas pela medida. Segundo a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) de 2015, o DF tem 2.906.574 de habitantes.

Os critérios que estabelecem as prioridades para mudança das lâmpadas são:

  • locais indicados pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social
  • lugares onde a rede está depreciada
  • áreas comerciais, praças e pontos turísticos
  • principais vias públicas do DF

O Ilumina Mais Brasília foi instituído após medida bem-sucedida de revitalização do Setor Comercial Sul, com a instalação de lâmpadas de maior eficiência energética.

Parque dos Pioneiros Cláudio Sant’Anna (Deck Sul) e o Eixo Monumental também receberam novos equipamentos e respaldaram a decisão de seguir com a modernização de toda a rede elétrica.

Fonte: Agência Brasília

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário