Meio Ambiente

GDF define medidas de ações e prevenção sobre chuvas e ventos fortes

O Governo do Distrito Federal definiu, nesta segunda-feira (22/4), medidas de ação e prevenção sobre as chuvas e ventos fortes na capital. Em reunião no Palácio do Buriti, o governador em exercício, Paco Britto, determinou a execução imediata das providências tomadas.

O Corpo de Bombeiros Militar está com efetivo de plantão para atender áreas atingidas pela chuva. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), por sua vez, terá o trabalho com equipes de plantão, retirado em governos anteriores, retomado. Isso significa que a estatal fará o atendimento, quando necessário, no horário em que for acionada. “Estamos unidos e interligados. É dar ação imediata para atender mais de perto e mais rapidamente a população do DF”, disse o governador em exercício.

O Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) está de sobreaviso para bloquear vias e tesourinhas em caso de novas chuvas. Essa interrupção temporária, como medida de proteção à população, poderá ocorrer nas quadras 202, 203, 209, 210 e 711 Norte, ou em qualquer outra desde que necessário. A Secretaria de Obras avalia projetos a longo prazo e estuda a necessidade de contratação de obras para drenagem.

A média climatológica para o mês de abril era de 133,4 milímetros, mas já choveu mais que o dobro, chegando a 296,4 milímetros, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A previsão do Instituto para esta segunda-feira (22) é de pancadas de chuva em pontos isolados. Já a partir desta terça-feira (23), a previsão é de chuva forte é menor e no final da semana a previsão é que o tempo fique mais firme.

Ações tomadas pelo GDF:

– Desobstrução de estação do Metrô;
– Atendimento do Na Hora normalizado;
– Onze inundações resolvidas pelo Corpo de Bombeiros;
– Quarenta cortes de árvores pelo Corpo de Bombeiros;
– Vias da W3 Norte (sentido sul) liberada às 11h;
– Estudo da situação do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), afetado pelas chuvas;
– Aviso de interdição de tesourinhas nas entrequadras da Asa Norte em caso de necessidade;
– Limpeza das bocas de lobo das quadras 209/210/711/202/203 Norte.

Confira as dicas da Defesa Civil do DF para o período:

– Quando estiver chovendo, não entre em piscinas, lagos, ou lugares alagados. A recomendação é que saia ao primeiro sinal de chuva;
– Redobre a atenção quando estiver em rios ou cachoeiras, pois há riscos de tromba d´água;
– O cuidado deve continuar mesmo após cessar a chuva, pois os raios podem continuar;
– Evite também ficar debaixo de árvores e estruturas metálicas. Procure estruturas firmes para se proteger;
– Ventos fortes podem levar a queda de árvores sobre carros e casas;
– Desvie o carro de locais alagados, caso não seja possível, o motorista deve esperar que a chuva pare ou diminua.
Além do asfalto molhado, poças d’água dificultam a frenagem, o que pode provocar colisões, principalmente em horários de grande fluxo de veículos. A visibilidade também pode ficar comprometida.

O Detran-DF também listou alguns cuidados que os motoristas devem tomar para impedir colisões:

• Revise pneus, freios, limpadores e faróis do veículo;
• Mantenha pneus calibrados e evite frear quando passar por um buraco no intuito de diminuir o efeito do impacto;
• Use o ar-condicionado e o desembaçador elétrico traseiro ou abra um pouco os vidros para deixar o ar circular pelo carro, a fim de melhorar a visibilidade;
• Reduza a velocidade e mantenha maior distância do veículo da frente;
• Sob chuva forte ou neblina que comprometa a visibilidade, pare em local seguro, ligue o pisca-alerta e espere as condições do tempo melhorarem;
• Evite freadas ou mudanças bruscas para evitar a aquaplanagem, onde pneus perdem o contato com o asfalto;
• Em locais alagados, abandone o veículo assim que o nível de água atingir o batente do carro, pois ele pode começar a boiar.

Fonte: Agência Brasília

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário