Rodoviários cancelam a paralisação e ônibus voltam a circular

A paralisação dos rodoviários que deixou muitos brasilienses sem transporte público ontem (20/5) terminou hoje. De acordo com Jorge Farias, presidente do Sindicato dos Rodoviários do Distrito Federal, o GDF teria “entrado na discussão” para resolver as pendências das empresas aos trabalhadores. “O governo fez um apelo para que nós conversássemos com a categoria para que os rodoviários voltassem a trabalhar hoje e que a Secretaria de Estado de Mobilidade do Distrito Federal ajudaria na negociação da database”, detalhou.

Os trabalhadores cruzaram os braços ontem por não terem recebido ainda uma parte do salário de maio, além da cesta básica e auxílio alimentação. De acordo com a Associação das Empresas de Ônibus, as empresas não teriam como fazer os pagamentos por falta de repasse de verbas do governo, relativos aos valores de reembolso das passagens de estudantes e portadores de necessidades especiais, o que teria gerado uma dívida de R$ 209 milhões. A promessa, ainda de acordo com Jorge Farias, é que as empresas depositem a cesta básica na segunda-feira (22/5) e os 40% de salário que ainda faltam, além do auxílio alimentação, no máximo até terça-feira (23/5).

Jorge Farias explica que os rodoviários recebem em duas parcelas: todo dia 5, entra na conta do trabalhador o valor referente a 60% de seu salário, mais o auxílio alimentação. No dia 20 de cada mês, as empresas depositam os 40% restantes e uma cesta básica. “Os trabalhadores estão dando um voto de confiança para o governo”, completou o presidente do sindicato. “Mais uma vez, agradecemos o GDF por intervir para resolver o problema da categoria e agradecemos os trabalhadores rodoviários pela confiança no sindicato, que pediu a volta ao trabalho de imediato, acreditando que o governo vai solucionar o problema”, reforçou João da Si, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários.

Fonte: Correio braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *