Parceria entre Adasa e empresários vai recuperar orla do Descoberto

Uma parceria entre a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) e a iniciativa privada pretende recuperar a orla do Lago do Descoberto, responsável por abastecer dois terços da população do DF.

A orla do reservatório possui 422 hectares e estima-se que, para cada um deles recuperado, dois milhões de litros de água se infiltrem no solo e contribuam para o abastecimento dos lençóis freáticos. O volume potencial ajudaria a retirar Brasília da crise hídrica em que se encontra, com 850 milhões de litros a mais nos próximos anos.

O evento Na Praia se comprometeu em fazer um aporte de R$ 180 mil em produtos e serviços para a recuperação ambiental. “Esta é uma contrapartida voluntária do Na Praia para aplacar a escassez hídrica no Distrito Federal e incentivar o engajamento da população e de outras entidades privadas,” explica o diretor de sustentabilidade do evento, Eduardo Azambuja.

Segundo o diretor-presidente da Adasa, Paulo Salles, a parceria é muito importante para o DF. “O projeto e seus sócios mostram preocupação com temas atuais relacionadas ao meio ambiente, como o descarte adequado de resíduos, o reuso da água, o carbono zero e, principalmente, com a questão hídrica”.

Para a recuperação da orla, serão utilizadas espécies nativas do Cerrado. A ação funcionará ainda para neutralizar o efeito estufa dos gases emitidos pelo Na Praia, conforme normas da ONU e da ABNT.

Sustentabilidade
O evento parceiro da Adasa tem como meta economizar 1 milhão de litros de água nesta edição. Para tanto, foram instalados 191 equipamentos economizadores, como descargas e torneiras até 60% mais econômicas, além de a organização ter triplicado o sistema de reuso: a água das duchas servirá para regar as plantas, e a das torneiras, para as descargas. O Na Praia foi reconhecido internacionalmente como o 1º grande evento Lixo Zero do país.

Em 2018, o evento pretende manter a certificação, ampliando o escopo de reduzir, reutilizar, reciclar ou compostar 95% do resíduo gerado para a montagem durante o evento e desmontagem. Além disso, 2 milhões de copos descartáveis e 350 mil embalagens descartáveis plásticas serão substituídas por versões compostáveis, que serão transformadas em adubo.

Fonte: Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *