Geral

Estação de Tratamento de Água do Gama beneficiará até 135 mil moradores

A primeira Estação de Tratamento de Água (ETA) do Gama foi entregue nesta quinta-feira (20). O sistema atenderá até 70% da região administrativa, ou seja, 135 mil habitantes.

Com capacidade de produção de 320 litros por segundo, a estação será abastecida pelos mananciais Alagado, Ponte de Terra, Olhos D’Água e Crispim, todos da região.

investimento soma R$ 19,5 milhões, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Na inauguração, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, destacou que a unidade do Gama é a terceira estação de tratamento de água entregue.

“Juntas, ela adicionaram 1.720 litros de água por segundo no sistema de abastecimento do Distrito Federal.” Ele pontou ainda que haverá reforço em 2019, com a finalização das obras de Corumbá.

A ETA do Gama utiliza uma das tecnologias mais modernas existentes no mundo com membranas de ultrafiltração. A água passa inicialmente por uma espécie de pré-filtração, onde filtros de disco retêm partículas com décimos de milímetro.

Após esse tratamento, sob pressão, a água vai para as membranas — que são de material sintético e capazes de retirar as impurezas restantes.

Para garantir a pureza até a chegada ao consumidor, o líquido ainda recebe tratamento com hipoclorito de sódio.

O presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), Maurício Luduvice, destacou ainda que as pequenas captações do Gama foram recuperadas. “Agora, com a primeira estação de tratamento do Gama, atendemos a demanda da comunidade.”

Fonte: Agência Brasília

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário