Estudantes do Centro de Ensino Fundamental 10 do Guará conhecem a cultura alemã

Com 47 anos na capital federal, recém-completados em 23 de abril, a Embaixada da Alemanha em Brasília abriu as portas na manhã desta quinta-feira (10) para estudantes do Centro de Ensino Fundamental 10 do Guará. A atividade faz parte do programa Embaixadas de Portas Abertas.

O passeio começou pela residência oficial, onde os alunos foram recebidos pela embaixatriz, Sabine Witschel, pela adida cultural da embaixada, Damaris Jenne, e pela colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg.

Além de conhecer um pouco mais sobre a nação europeia, os alunos puderam contemplar as instalações, que contam com estruturas do arquiteto alemão Hans Scharoun e jardins de Burle Marx. Também participaram de uma corrida de sacos, brincadeira tradicional do país anfitrião.

Enquanto uma parte jogava futebol na parte externa da residência, na cozinha, outro grupo integrava atividades culinárias.

Com o auxílio de funcionários, as crianças e os adolescentes ajudaram a modelar bretzels, um tipo de pão trançado, que mais tarde puderam provar com outras comidas típicas, como apfelkuchen (torta de maçã) e buletten (bolinho de carne bovina e suína).

Antes de ir embora, após a troca de lembranças, os estudantes ganharam réplicas de um passaporte carimbado.

Embaixada da Alemanha promove atividade gratuita e aberta ao público
Os alunos foram convidados a retornar à embaixada com os familiares em 2 de junho, quando ocorrerá o Dia das Portas Abertas.

O evento gratuito iniciará ao meio-dia e contará com música, comidas, visitas ao prédio da embaixada e exposição de carros antigos e modernos, além de atividades para crianças.

Também foi divulgado o programa de cinema promovido pela representação diplomática alemã. Com entrada franca, as sessões ocorrem na última quinta do mês, às 19 horas. Os filmes têm legendas em português. Para o dia 31, a película será This ain’t California.

O programa Embaixadas de Portas Abertas
O Embaixadas de Portas Abertas começou, como piloto, em 2015 e foi instituído oficialmente em 9 de agosto de 2017. O programa tem como objetivo aproximar os estudantes da rede pública da carreira diplomática e apresentar a eles os costumes de outras partes do mundo.

As atividades fazem parte do programa Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

A iniciativa, idealizada por Márcia Rollemberg, é uma parceria entre a Assessoria Internacional, a Secretaria de Educação e a Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB) — que leva os alunos às embaixadas.

As representações diplomáticas interessadas em participar do programa podem enviar e-mail para assessoria.internacional@buriti.df.gov.br.

Fonte: Agência Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *