Esporte

Série D: em partida truncada, Brasiliense vence Villa Nova por 1 a 0

Brasiliense e Palmas se enfrentam no estádio Boca do Jacaré, pela quinta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro.

Jacaré e Leão do Bonfim já se reencontram na quarta-feira (21), em MG

Por Lincoln Chaves – TV Brasil

O Brasiliense (DF) chegou a terceira vitória consecutiva pela Série D do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira (19), em uma partida muito truncada, o Jacaré venceu o Villa Nova (MG) por 1 a 0, pela sétima rodada da primeira fase da competição. O jogo no estádio Elmo Serejo Farias, o “Serejão”, em Brasília (DF), teve transmissão ao vivo na TV Brasil.

O clube do Distrito Federal foi a 14 pontos, permanecendo na segunda posição do Grupo 6, a cinco pontos do líder e rival Gama (DF). O Leão do Bonfim, estacionado nos sete pontos, segue em sexto lugar e perdeu a chance de entrar na zona de classificação. As equipes se reencontram já na quarta-feira (21), às 19h (horário de Brasília), no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima (MG).

O primeiro tempo teve transpiração, mas pouquíssima inspiração de ambos os lados. Ter a posse de bola não fazia do Brasiliense necessariamente um time perigoso. Na única chance real, aos 36 minutos, o meia Luquinhas aproveitou a sobra de uma dividida na grande área e chutou forte, próximo à marca do pênalti, parando em grande defesa do goleiro Deola.

Após o intervalo, o Jacaré subiu as linhas e intensificou a presença no campo do Villa Nova. Os mineiros se seguraram como puderam até os 14 minutos, quando o árbitro Jose Ricardo Vasconcellos Laranjeira viu um toque de mão na grande área do atacante João Guilherme, do Leão do Bonfim, após cruzamento do lateral Peu. De pênalti, o centroavante Zé Love abriu o marcador.

Aos 19 minutos, o atacante Marcos Aurélio, batendo falta, acertou o travessão e quase ampliou. A partir daí, o cenário do jogo mudou. O Villa se lançou ao ataque e pressionou o Brasiliense no campo de defesa. A dependência da bola parada e os erros no passe final, porém, dificultaram a vida dos mineiros, que não conseguiram assustar o goleiro Fernando Henrique.

Em outro jogo iniciado às 15h, o Bragantino (PA) venceu o Rio Branco (AC) por 2 a 1, de virada, no estádio Diogão, em Bragança (PA). O duelo pelo Grupo 1 seria domingo (18), mas, foi adiado após 17 atletas do time acreano terem indisposição estomacal. O Tubarão do Caeté manteve a ponta da chave, agora com 16 pontos. O Estrelão, que perdeu a invencibilidade, caiu para terceiro, com três pontos a menos.

A primeira fase da edição 2020 da Série D reúne 64 clubes, abrange os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Sob critérios regionais, as equipes foram divididas em oito grupos com oito times em cada. Os quatro melhores de cada chave avançam ao mata-mata. Os quatro classificados para a semifinal ganham o direito de disputar a Série C em 2021.

Confira a classificação da Série D do Campeonato Brasileiro.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário