Enfermeira toca violino para crianças do Hospital de Base em Brasília

Para espantar o desânimo das crianças internadas no Hospital de Base, uma enfermeira da unidade usa a música como recurso. A violinista Iaci Antunes Viana termina um expediente e começa outro, alegrando as famílias e os pacientes. As apresentações não têm data nem horário definido. Mas fazem uma grande diferença.

Para a violonista, a música altera o ambiente hospitalar para melhor, suaviza a tensão da hospitalização. “Vejo que o meu trabalho muda muito a relação entre as mães, entre as crianças. Elas sorriem mais quando toco, elas cantam e se sentem estimuladas. O ambiente melhora. Lidamos com casos mais graves, com crianças que internam sem saber que dia vão embora para a casa”, conta.

Mãe de uma criança internada no Hospital de Base, Juliana Maria diz que as músicas ajudam a distrair e alegrar. “É muito bom, é uma distração para o meu filho. Vejo que ele fica ligado no ritmo e na melodia, tenta cantar as músicas também, se esquece um pouco das agulhas, dos remédios e da doença”, alegra-se.

Além das crianças, pacientes da Oncologia também recebem música, todas as quartas-feiras pela manhã. Desta vez, porém, com a violonista Clinaura Macedo, atuante da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Fonte: Secretaria de Saúde do Distrito Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *