Cidades Limpas ficará duas semanas no Lago Norte

Com o plantio de árvores no canteiro central da península do Lago Norte, o programa Cidades Limpas chegou à região administrativa na manhã desta segunda-feira (13). A abertura dos trabalhos ocorreu no CA 1, com a presença do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, que ajudou a plantar um ipê.

Por duas semanas — até 24 de novembro —, a força-tarefa levará ações de limpeza, conservação e revitalização ao Lago Norte, com o objetivo de promover a melhoria imediata do ambiente urbano.

Para o governador, essa ação é de extrema importância porque, com a chegada das chuvas, aumenta o risco de proliferação do mosquito Aedes aegypti.

“Estamos intensificando os esforços em função do período da chuva e do verão para que a gente possa conter o mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do zika vírus”, ressaltou Rollemberg.

Ele aproveitou para reforçar as próximas entregas para o Lago Norte, como a iluminação do Córrego Urubu, a revitalização dos 18 quilômetros de ciclovia da Estrada Parque Península Norte e a transferência de um batalhão da Polícia Militar para a região.

Nessa 27ª edição do Cidades Limpas, está prevista também a retirada de lixo encontrado dentro da parte do Lago Paranoá que margeia a região. Serão recolhidos resíduos como plásticos, pneus, tecidos e garrafas PET.

Lotes vazios do Lago Norte serão limpos

O programa limpará ainda lotes vazios. Os proprietários foram identificados e notificados com 30 dias de antecedência sobre essa ação.

A Secretaria das Cidades mapeou 27 terrenos abandonados. Eles são considerados de risco, pois acumulam água e, assim, podem se tornar criadouros da larva do mosquito Aedes aegypti.

“Haverá um reforço da equipe da vigilância epidemiológica, do Corpo de Bombeiros e da Agefis [Agência de Fiscalização]”, informou o titular da pasta, Marcos Dantas.

Os trabalhos do Cidades Limpas incluem tapa-buraco, poda de árvores, capina e roçagem, retirada de entulho, recuperação de sinalização de trânsito e iluminação pública, além da limpeza de bocas de lobo, medida que ajuda a prevenir danos causados por fortes chuvas.

Na semana passada, o Lago Norte foi atingido por temporais, que causaram danos em várias quadras, como lembrou o administrador regional, Marcos Woortmann. Por isso, considerou que o programa chegou em um momento importante.

Segundo ele, as margens do Paranoá serão limpas no fim de semana de 25 e 26 de novembro, em uma parceria entre moradores, órgãos de governo e grupos de canoagem, remo e stand up paddle. “Vamos nos juntar para limpar o braço do Torto, onde agora fazemos a captação de água.”

Fonte: Agência Brasília

Compartilhe em suas redes sociaisShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *