Cidadania

População carente recebe ceias de Natal e kits de higiene

 

Vice-governador ressaltou trabalho realizado pelo Sesc-DF e Fecomércio-DF em prol de toda a sociedade do Distrito Federal

 

O Sesc e a Fecomércio-DF deram o start, na manhã deste sábado (5), na Carreata de Natal, projeto para distribuir cestas natalinas para a comunidade carente em regiões administrativas do Distrito Federal. Em um ano difícil como 2020, onde a pandemia do coronavírus contribuiu para que milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social tivessem ainda mais dificuldades, dentre elas, a de se alimentar, a solidariedade e a esperança chegaram, primeiramente, na Cidade Estrutural. Ao todo, 10 mil ceias serão distribuídas em 12 regiões.

Até o dia 16 de dezembro, cidades como Itapoã, Varjão, Paranoá, Fercal, Samambaia, Santa Maria, Sol Nascente, entre outras, receberão os alimentos, em formato de marmitas, montadas especialmente com cardápio natalino.” Serão distribuídos, ainda, brinquedos, materiais de higiene e roupas. A criançada também terá diversão garantida com artistas que farão performances circenses”, explicou o presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia.

Presente na solenidade de abertura do projeto, o vice-governador Paco Britto enfatizou o trabalho do Sesc-DF e da Fecomércio em prol da população do DF. “Não apenas a que está em situação de vulnerabilidade, mas de toda a sociedade, como o cuidado que as instituições estão tendo neste período de pandemia, com doação de máscaras e testagem das pessoas que estão no comércio, lidando diretamente com a população que sai às ruas para as compras”, disse.

Paco lembrou as ações colaborativas das instituições e o trabalho delas para a diminuição da desigualdade social no Distrito Federal. “Agradeço, em nome do governador Ibaneis Rocha e em meu nome”, concluiu.

Os alimentos distribuídos foram doados por empresas que colaboraram com o projeto. “É uma ação propositiva da Federação encabeçada pelo Sesc, reforçando o caráter social para beneficiar famílias que precisam. Pedimos o apoio para que empresários participem dessa ação solidária”, explicou Maia.

Faça um comentário

Clique aqui para fazer um comentário