CDTC aprova aumento e passagem vai custar R$ 4,00 (Goiás)

Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) aprovou, na tarde desta segunda-feira (22/1), a proposta que reajusta a tarifa do ônibus na região metropolitana de Goiânia para R$ 4,00. O novo valor passa a valer a partir desta quarta-feira.

Dos 11 integrantes do colegiado, apenas o deputado estadual Marlúcio Pereira (PSB) e o vereador Clécio Alves (MDB) votaram contrários. A reunião foi realizada no Paço Municipal e contou com a presença de vários políticos da capital.

O prefeito Iris Rezende (MDB) deixou a reunião antes que o reajuste de 30 centavos fosse sacramentado. Alegando outro compromisso na agenda, Iris pediu licença, mas anunciou seu voto favorável ao aumento.

O transporte coletivo de Goiânia é um dos piores do País. Os usuários convivem com ônibus velhos, atrasos nas linhas, pontos de ônibus deteriorados e o preço da passagem na Grande Goiânia é um dos mais altos entre todas as capitais.

Veja como votaram os integrantes da CDTC:

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), que é o presidente – não vota;
O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) – sim;
O secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Cidades, Infraestrutura e Assuntos Metropolitanos, Vilmar Rocha (PSD) – ausente (mas representante votou sim);
O prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes (PSD) – sim;
O deputado estadual Marlúcio Pereira (PSB), representante da Assembleia Legislativa – não;
O vereador Clécio Alves (MDB), representante da Câmara de Goiânia – não;
O presidente da Agência Goiana de Regulação, Ridoval Chiareloto – sim;
O secretário municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Agenor Mariano (MDB) – sim;
O secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia, Fernando Santana – sim;
O presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo, Fernando Meirelles – sim;
O vereador por Trindade, Agneuson Alves (PV), representante das Câmaras Municipais da região metropolitana – sim.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *