Brasília tem 2.589 casos prováveis de dengue em 2017

Até 3 de junho, último dia da semana epidemiológica 22, Brasília teve 2.589 casos prováveis de dengue identificados. Desses, 2.214 são de moradores do Distrito Federal e 375, de outras unidades da Federação.

Os números representam queda de 86% em relação ao mesmo período de 2016, quando foram registradas 18.541 ocorrências.

Os dados constam do Informativo Epidemiológico nº 23, divulgado pela Secretaria de Saúde nesta quarta-feira (7).

Entre as regiões administrativas mais atingidas pela doença estão: Planaltina, Samambaia, São Sebastião, Gama, Ceilândia, Santa Maria, Taguatinga, Guará, Sobradinho II, Sobradinho, Recanto das Emas, Estrutural, Paranoá e Itapoã. Juntas, elas concentram 84% das ocorrências prováveis.

Quantidade de mortes também diminuiu
De acordo com o levantamento da Saúde, até sábado (3), houve duas mortes por dengue em 2017 em residentes de Brasília. Em 2016, no mesmo período, foram 20 óbitos. Os casos graves também diminuíram: de 38 para 7.

Duas outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti também tiveram redução nos números. A febre chikungunya apresentou 368 incidências prováveis no ano passado e 106 neste. Já o zika vírus ficou com 66 registros prováveis em 2017, e com 379 em 2016.

Fonte: Agência Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *