Bombeiros remarcam prova anulada de concurso para oficiais

A prova para os candidatos inscritos no concurso para 2º tenente do quadro do Corpo de Bombeiros do DF foi remarcada para o dia 26 de março. Os exames, aplicados no dia 12 de fevereiro, foram anulados em função da ausência da folha de respostas da prova discursiva, entre outras irregularidades.

São 115 vagas em disputa para 14.731 candidatos inscritos. Ao anular a prova, a banca organizadora, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan),  informou que a medida foi necessária em “face da inconsistência havida, relativa à ausência de folha de respostas da prova discursiva”.

De acordo com relatos dos candidatos, a banca responsável não disponibilizou a folha oficial para a redação. As pessoas que realizaram a prova tiveram que identificar o rascunho com o número da inscrição, o nome e o CPF.

Além disso, os inscritos reclamaram que, no conteúdo do teste, foram cobrados assuntos que não estavam previstos no edital. Algumas pessoas também tiveram problemas nas listas dos locais de prova.

 

Outras provas
As reclamações em relação ao concurso dos bombeiros não se limitaram às provas para oficiais. Os problemas começaram no dia 5 de fevereiro, quando foi aplicado o exame para condutor e operador de viatura. Essas provas, entretanto, não foram anuladas.

Segundo as denúncias, haviam gabaritos com o nome de candidatos trocados, de modo que foi necessário que os inscritos fizessem rasuras no nome que constava no gabarito oficial para assinar o próprio nome.

O Idecan também é a banca escolhida pela Polícia Militar do DF para realizar o concurso destinado ao preenchimento de mais de duas mil vagas para a corporação.

Originalmente por: Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *