Alta da gasolina: Marconi diz que ICMS de Goiás é o mesmo há 10 anos.

O governador Marconi Perillo rebateu hoje as afirmações de que o preço alto da gasolina em Goiás (quase R$ 5,00 o litro) é devido ao ICMS elevado cobrado no Estado. Custando faixa de R$ 4,49, Goiás tem a gasolina mais cara do Brasil.

“Quem está disseminando isso é mentiroso. Alguém que não merece credibilidade. Essa é uma decisão da Petrobras, do governo federal. Não tem absolutamente nada a ver com o governo de Goiás. O ICMS de Goiás para a gasolina é o mesmo há mais de uma década”, disse o governador.

Nesta segunda-feira, o Sindiposto (que representa os donos de postos de combustíveis) lançou uma campanha para mostrar ao consumidor que a culpa do preço alto é da Petrobras.

O advogado do Sindiposto, Antônio Carlos de Lima, afirmou hoje que existe mesmo um alinhamento de preço, mas explicou que isso não configura formação de cartel.

“Alinhamento é uma coisa e cartel é outra. Para existir cartel é preciso combinação prévia, dolosa, com fim de manipular o mercado. Então, para dar uma satisfação política aos consumidores, as autoridades pegam o alinhamento, falam que é cartel e executam a autuação”, afirmou ele.

Fonte: Brasil 247

Compartilhe em suas redes sociaisShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *