Agefis retoma operação de derrubada no Sol Nascente. Moradores resistem

a6

De acordo com a PM, cerca de 30 moradores queimaram pneus e bloquearam uma via da região. Batalhão de Choque foi acionado

A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) retomou as ações de derrubada no Sol Nascente, em Ceilândia, na manhã desta terça-feira (1º/12). Em reação, cerca de 30 moradores de habitações irregulares da região fecharam a pista em frente ao posto policial e atearam fogo em pneus, segundo a PM. Ainda de acordo com a corporação, 60 manifestantes seguiram para a Avenida Hélio Prates e bloqueiam uma faixa da via.

MAIS SOBRE O ASSUNTO
Polícia e moradores entram em confronto no Sol Nascente em operação de derrubada
Cerca de 150 militares estão no local e o Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) foi acionado. A operação, que teve início na última terça (24), já registrou confrontos entre moradores de habitações irregulares e a PM na sexta (27). O objetivo é derrubar cerca de 200 construções irregulares.
Pró-Moradia II
Após a desocupação, o canteiro de obras do Pró-Moradia II será instalado no local para que sejam erguidas novas unidades habitacionais. A área de 245 mil metros quadrados faz parte da Quadra 105 do Sol Nascente. O terreno pertence à Agefis e está em processo de doação à Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, serão entregues ali 2.148 casas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *