JacobsLaddertoHeaven-thumb-600x722-50755

Por – Elizabeth Arruda

 

Os Processos Espirituais Básicos são os sentimentos que elevam o Ser à sua espiritualidade. Sentimentos que alicerçam a Escada de Jacó. Gratidão, Compaixão, Felicidade e muitos outros que iremos descortinar durante as nossas conversas semanais.

A humanidade produziu diversos textos sagrados e entre eles a Bíblia onde, encontramos em Genesis 12 o simbolismo da Escada de Jacó como sendo a ponte que liga a terra ao céu: “… E começou a sonhar, e eis que havia uma escada posta da terra e seu topo tocava nos céus; e eis que anjos de Deus subiam e desciam por ela…“.

A nossa conversa sobre os processos espirituais básicos, dessa semana é a Gratidão. Diariamente somos convidados a agradecer por uma série de acontecimentos que de acordo com a nossa fé são provenientes da Misericórdia de Deus, da Bondade de Buda, da Sabedoria de Krishna, da Justiça de Oxalá e de muitos outros representantes dos Céus. Também na terra agradecemos aos pais, aos filhos, à moradia, ao trabalho, a saúde, ou seja, agradecemos por uma infinidade de pessoas e acontecimentos diários que reconhecemos importantes para nossa vida.

Mas, todos esses agradecimentos elevam o nosso SER, são reais e verdadeiros? Afinal, o que é a GRATIDÃO? Quando nos olhamos no espelho em nossa rotina diária, o que vemos? Em algum momento de sua vida, você agradeceu a essa pessoa que você vê no espelho? Agradeceu a força e a coragem com que essa pessoa lida com as mais diversas situações? Você vê o reflexo das Forças Superiores nessa imagem?

A Gratidão, como um processo espiritual básico que nos auxilia a sedimentar a Escada de Jacó deverá ser direcionada primeiramente a nós mesmos, as forças e lutas diárias, a capacidade de nos reinventar e a partir daí, reconhecer no outro, também uma força que nos auxilia e que merece à nossa gratidão, reconhecer nos acontecimentos diários as experiências que nos proporcionam um aprendizado.

A Gratidão que a cada momento dispensamos às Diversas Forças que reconhecemos como superiores e igualmente direcionamos as pessoas que nos proporcionam algum tipo de beneficio é um sentimento, por excelência, que faz nascerem em nossas almas os recursos necessários para a nossa ascensão espiritual, seja qual for a nossa fé. A consciência de nossos sentimentos e atos são os tijolos da Escada de Jacó que elevará o nosso SER ao Céu, ao Nirvana, à Iluminação ou onde for o nosso objetivo espiritual.

Gratidão, a todos os que a partir de hoje, fará parte desse momento de conversa sobre a espiritualidade do SER.

Compartilhe em suas redes sociaisShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *